Conheça mais sobre o Aplicativo Mudamos✅

conheça o aplicativo mudamos A todo o momento surgem novos aplicativos com as mais variadas funcionalidades e com o objetivo de facilitar e agilizar o nosso dia a dia, gerar entretenimento ou até mesmo para interagir com outras pessoas. Já outros, como o aplicativo Mudamos possui um cunho mais social e engajado mesmo.

O fato é que o Brasil é um país muito desigual e de grandes diferenças sociais. Com isso, a corrupção também é dominante, o que faz com que pessoas trabalhem criando recursos para combatê-la.

É justamente esse o caso do aplicativo Mudamos, que serve para o recolhimento de assinaturas digitais anticorrupção. Então, para saber um pouco mais sobre ele, continue lendo e entenda mais detalhes.

 

Conhecendo o aplicativo Mudamos

O advogado Márlon Reis, que também foi um dos idealizadores da Lei de Ficha Limpa, decidiu criar um aplicativo gratuito para smartphones que tem como principal objetivo a coleta de assinaturas digitais em apoio a projetos de inciativa popular.

Isso foi pensando em parceria com, o também advogado, Ronaldo Lemos, que tem sua especialização em inovação e tecnologia e é o diretor do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio, também chamado do ITS Rio. Foi ele o desenvolvedor dessa plataforma.

Assim sendo, o aplicativo Mudamos foi lançado em março de 2017 e através desses os cidadãos podem manifestar seu apoio às mais variadas propostas. Para isso, precisa informar apenas o seu nome completo, número de CPF e também o título de eleitor.

Segundo os criadores do aplicativo, cada celular é identificado e só poderá gerar uma única assinatura de apoio a um projeto..

A principal ideia dessa ferramenta é evitar alguns problemas como aconteceu no pacote de medidas anticorrupção. Relembrando o caso, o STF (Supremo Tribunal Superior) decidiu que o projeto deveria voltar à Câmara, mesmo já tendo sido encaminhado para aprovação do Senado, porque as assinaturas de apoio, que somavam mais de 2 milhões, não haviam sido corretamente conferidas e o seu conteúdo tinha sofrido alteração por parte dos deputados.

Aconteceu então que a Câmara alegou não ter condições de conferir todas as assinaturas enviadas de apoio para todos os textos. Dessa forma, nenhum dos 4 projetos criados por iniciativa popular que foram aprovados pelo Congresso durante os últimos 30 anos puderam tramitar de maneira formal com a autoria da população.

Para resolver o problema, os projetos foram “adotados” por algum deputado, que o apresentou e assinou a autoria do texto como sua, dando entrada no rito de um processo comum.

O fato é que, hoje em dia, é muito difícil fazer a coleta de assinaturas em papel, além da dificuldade de verificar a autoria de cada uma delas. Isso acontece, primeiramente por que não existe nenhuma base de dados para confrontar essas informações e segundo porque qualquer pessoa pode realizar uma assinatura parecida com a de outra pessoa.

Sendo assim, nasceu o aplicativo Mudamos, que tem como objetivo ser uma importante ferramenta de participação dos cidadãos.

Como funciona o aplicativo Mudamos?

Para quem ainda não conhece, esse aplicativo foi desenvolvido usando a tecnologia Blockchain, através da qual se torna possível auditar os dados que são inseridos através do celular.

De acordo com Ronaldo, o desenvolvedor do app, a possibilidade de fraude é algo próximo de 0%. Ele ainda lembra que a tecnologia usada é a mesma de vários bancos, na qual o CPF é autenticado automaticamente.

Assim, os criadores explicam que facilitando a coleta de assinaturas, também é mais fácil entender as demandas da população por um ou outro projeto específico.

 

Projetos da iniciativa popular

Pois bem, para que um projeto criado pela iniciativa popular possa ser apresentado para votação, é preciso que ele conte com a adesão de, ao menos, 1% do eleitorado, lembrando que em 2016 o país contava com 144,1 milhões de eleitores ativos.

Mais do que isso, essa adesão também precisa estar devidamente distribuída em, pelo menos, 5 estados do país.

Dessa forma, se essas exigências forem devidamente seguidas, um projeto que seja de iniciativa popular deve contar com, pelo menos, 1,4 milhões de assinaturas de apoio.

Vale lembrar que a Constituição do país não exige que a entrega das assinaturas seja feita em papel, apenas que o cidadão tem de estar subscrito, manifestando a vontade popular.

O mais importante de tudo é lembrar que esse aplicativo serve para dar mais voz ao povo, possibilitando que ele também proponha as mudanças que considera necessárias para o seu país, se tornando um integrante ainda mais ativo na sociedade.

Mais do que isso, os desenvolvedores do aplicativo Mudamos explicam que não irão vetar ou barrar nenhum tipo de projeto, a não ser aqueles que não tenham sentido, incitando ações terroristas, ilegais ou que atentem contra os direitos humanos.

Se você estiver interessado para saber um pouco mais sobre esse app, vá até a loja de aplicativos do seu smartphone e pesquise por “Mudamos”, escolhendo a opção que foi desenvolvida pelo Instituto de Tecnologia e Sociedade.

Pronto, agora você já sabe bem mais sobre o aplicativo Mudamos, como funciona e como você pode usar essa ferramenta para ganhar voz ativa na nossa sociedade atual!

 

Leave a Reply